07/10/2020

Hospital do Câncer em Uberlândia promove ações na semana do Dia Mundial dos Cuidados Paliativos

Em razão do Dia Mundial dos Cuidados Paliativos, realizado anualmente no segundo sábado do mês de outubro, o Hospital do Câncer em Uberlândia promove ações de arrecadação para o tratamento de pacientes em cuidados paliativos e de conscientização sobre a importância destes cuidados no tratamento oncológico.

Na quinta (08), a dupla sertaneja Diego & Victor Hugo realiza uma live musical em prol destes pacientes em cuidados paliativos. A live será transmitida no canal do YouTube do Hospital do Câncer em Uberlândia, às 19h. Na ocasião, o público poderá realizar doações por meio de QR Code e do número de WhatsApp que será divulgado durante o evento. 

Já na sexta (09), o hospital realiza a live 'A importância dos cuidados paliativos no tratamento oncológico', com a participação da Enfermeira do Programa de Cuidados Paliativos Oncológicos, Fernanda de O. C. Castilho. A conversa será às 15h e é uma oportunidade para conhecer mais sobre o tratamento, entender seus benefícios e tirar dúvidas. A live será transmitida no perfil do Hospital do Câncer em Uberlândia no Instagram: @hospcanceruberlandia.

Nos anos anteriores, a instituição lembrou a data reunindo pacientes, profissionais e voluntários em encontros de felicidade e carinho. Neste ano, por conta da pandemia do novo coronavírus e visando a segurança de todos os envolvidos, as ações serão realizadas de forma virtual.

 

Cuidados Paliativos

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), os Cuidados Paliativos tem como objetivo a melhoria da qualidade de vida de pacientes e familiares diante de doenças graves, e tem como foco oferecer o apoio necessário para o melhor entendimento de complicações e sintomas estressantes relacionados ao tratamento ou à evolução da doença.

Para ajudar no tratamento destes pacientes, o Hospital do Câncer está construindo o Centro de Cuidados Paliativos. A unidade está em fase de mobília e equipação e vai receber pacientes em diferentes estágios do tratamento, desde aqueles que estão internados, até os que já se trataram, mas que ainda precisam de acompanhamento médico para o conforto e o atendimento humanizado necessário.

Parte da Unidade 2 contará com espaços para atividades manuais e socialização, como sala de TV, sala de artesanato, varandas e uma praça à frente do prédio, que permitirá aos pacientes momentos de lazer e interação com a natureza. O Centro também terá espaços de apoio, como posto de enfermagem, além de sala de Apoio Psicológico e Terapia Ocupacional, sala de Voluntários, entre outras. Ao todo, o prédio terá capacidade para 42 leitos distribuídos em 20 apartamentos duplos e dois simples, todos com banheiros acessíveis.


Legenda:
Créditos:
Legenda:
Créditos: